(11) 3892 2091

É época de jambo e manga e, mesmo tendo aproveitado bastante das mangas ainda verdes, elas teimam em amadurar todas ao mesmo tempo. O mesmo o ocorre com o jambo: depois de um breve momento quando o chão vira um tapete de androceus (também deliciosa e azedamente comestíveis), todos frutos estouram num rosa-choque como se fossem pipocas numa sessão da tarde. O jeito é congelar ou apelar para produção de sidras, vinhos e vinagres, dado que frutas degradam rapidamente pela quantidade de açúcares, e fermentando invariavelmente produzem álcool.

Mas existe uma maneira de conservá-las de forma a garantir a manutenção do açúcar, em uma conserva que não é viva, mas que pode carregar o vinagre de fermentações anteriores: fazendo geleias.

Como não sou muito fã de coisas doces, acho que a única geléia que sempre me atraiu foi o chutney, esta conserva milenar indiana (chatni) agridoce de frutas frescas e especiarias que transformada pelo ingleses durante a colonização.

Assim como a masala, não existe uma receita, mas sim uma profusão. Aqui, faço com a myrtaceae jambo-rosa, que também vem de lá da Índia…

Ingredientes:

1kg de manga firme cortada em cubos
1kg de jambo cortado em quartos longitudinais
750g de cebola em rodelas finas
30g gengibre picado
30g alho picado
250g de vinagre de kombucha de chá verde (ou de vinho branco)
150g açúcar
40g de sal
3 folhas de pimenta da Jamaica (ou 3 sementes)
2 cardamomos pilados
4 pimentas aji amarillo (que podem ser substituídas por qualquer outra, dependendo da preferência e obstinação)

Modo de preparo:

Escolha uma panela onde deverão caber todos os potes que você irá envasar o chutney (pode calcular 3 potes de 600ml, ou seja aproximadamente 2 litros) e coloque nela água para esquentar. Se tiver um termômetro, controle a temperatura para não passar de 90 graus, se não tiver, apenas atente-se para não deixar a água ferver.

Misture na panela todos ingredientes menos a cebola, o jambo e a manga. Leve ao fogo e deixe ferver durante 10 minutos. Adicione a cebola e deixe ferver por 5 minutos. Adicione o jambo e deixe ferver, misturando sempre, por 10 minutos. Adicione a manga e, misturando bem, sem deixar pegar no fundo e sem machucar a manga, deixe ferver por 15 minutos.

Acondicione o chutney nos potes de vidro limpos, tampe e insira-os na panela com água quente. Deixe eles na panela até ela esfriar. Desta forma, você garante que os potes foram esterilizados e que eles irão se conservar tranquilamente por anos.

 

8 comment on “Receita de chutney de jambo-rosa e manga”

    1. Comment author Fernando Goldenstein Carvalhaes,

      sim, existem muitos produtores por lá. meus preferidos são os que levam ostras, mariscos e vôngoles crus, e o que leva caranguejos inteiros.

  1. Andramelek,

    Existem coreanos que conseguem fazer kimchi apenas com acelga, água, sal e gochu garu e fica delicioso. Não sei como conseguem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Companhia dos Fermentados | Resgatando a cultura da fermentação